Falta ao homem moderno…


 

Falta ao homem moderno, definir sua identidade. O mundo é visto com apatia. Não há coração na sensualidade e o erotismo virou coisa vulgar.

As informações são jogadas sobre as cabeças como ingredientes de uma poção ignóbil de arrogância.

Os rostos tornam-se disformes e inexpressivos, como rabiscos que não foram passados a limpo.

Não há um esforço para garantir a unidade, apenas a individualidade importa. A moral é cínica, o egoísmo é legal, faz mais sentido ser racional, pois o temperamental será banido para o nada. A filantropia, praticada como pilantropia reforça o consenso de que não existe altruísmo. O homem, a mulher (ou qualquer outro gênero) é fundamentalmente capitalista. A criança chora ao ter o doce roubado, porque o doce era DELA, e sente isso por puro instinto.

 

Foto: Thaís de Paula

Um comentário

  1. Sério, amo os textos desse blog. Fiquei até um tempinha sem postar e sem passar aqui… mas to de volta… uma passagem rápida porque meu tempo na Lan tá acabando! haha! Depois passo aqui com mais cautela. Um beeijo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s