Marketing de Conteúdo: dicas para escrever artigos


Provavelmente você já sabe o quão integral é o processo de blogar para o sucesso de seus esforços de marketing. É por isso que não é preciso dizer que é excepcionalmente importante aprender a iniciar e gerenciar efetivamente um blog de uma forma que apoie o seu negócio.

Sem um blog, você vai se encontrar enfrentando uma série de problemas, como a fraca otimização do mecanismo de busca (SEO),a falta de conteúdo promocional para o social, pouca influência com seus leads e clientes e menos páginas para compartilhar suas chamadas de ação (CTAs) geradoras de leads.

Neste artigo, abordarei sobre como escrever e gerenciar o blog da sua empresa e outras dicas

 O que é um post no blog? 

As postagens no blog permitem que você e sua empresa publiquem insights, pensamentos e histórias em seu site sobre qualquer assunto. Eles podem ajudá-lo a aumentar o tráfego, a conscientização da marca, a credibilidade, as conversões e a receita.

Hoje, pessoas e organizações de todas as esferas da vida gerenciam blogs para compartilhar análises, instruções, críticas, informações sobre produtos, descobertas do setor e muito mais.

 O que faz um bom post no blog? 

Antes de escrever um blog, certifique-se de saber as respostas para perguntas como: “Por que alguém continuaria lendo esse post inteiro do blog?” e “O que faz nosso público voltar para ler mais?”

Para começar, um bom artigo é interessante e educativo. Os blogs devem responder perguntas e ajudar os leitores a resolver um desafio que estão enfrentando – e você tem que fazê-lo de uma maneira interessante.

Não basta apenas responder às perguntas de alguém — você também tem que fornecer passos acionáveis enquanto se envolve. Por exemplo, sua introdução deve enganchar o leitor e fazê-lo querer continuar lendo seu post. Então, use exemplos para manter seus leitores interessados no que você tem a dizer.

Lembre-se, um bom texto é interessante para ler e fornece conteúdo educacional para os membros da audiência.

Então, como você realmente vai escrever uma dessas peças envolventes e informacionais? Aqui estão os passos que você vai querer seguir ao escrever um post no blog.

 1. Entenda seu público 

Antes de começar a escrever seu post no blog, certifique-se de ter uma compreensão clara do seu público-alvo.

Faça perguntas como: O que eles querem saber? E o que ressoará com eles?

É aqui que a criação de suas buyer personas é importante. Por exemplo, se seus leitores são millennials que querem começar um negócio, você provavelmente não precisa fornecer a eles informações sobre como começar nas mídias sociais — a maioria deles já sabe muito bem como fazer isso.

No entanto, você pode querer dar-lhes informações sobre como ajustar sua abordagem de mídia social. Esse tipo de ajuste é o que ajuda você a publicar conteúdo sobre os tópicos que seu público realmente quer (e precisa).

Se você não tem personas, pode usar usar algumas ferramentas para ajudar na criação, como a da Rock Content, Maikonbiz e Superstorm.

 2. Crie seu domínio de blog

Em seguida, você precisará de um lugar para hospedar este e todos os outros posts de blog que você escreve. Isso requer a escolha de um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) e um serviço de hospedagem de domínio do site.

Um CMS ajuda você a criar um domínio de site onde você realmente publicará seu blog. As plataformas CMS podem gerenciar domínios (onde você cria seu site) e subdomínios (onde você cria uma página web que se conecta a um site existente).

Uma opção popular é um site auto-hospedado do WordPress no WP Engine. Se você criar um domínio ou um subdomínio para iniciar seu blog,você precisará escolher um serviço de hospedagem web depois de escolher um CMS.

Registre um domínio ou subdomínio com um host do site

O domínio do seu blog será assim: http://www.seublog.com. O nome entre os dois períodos depende de você, desde que este nome de domínio ainda não exista na internet.

Quer criar um subdomínio para o seu blog? Se você já possui um negócio de culinária em http://www.suaempresa.com,você pode criar um blog que se pareça com isso: blog.suaempresa.com. Em outras palavras, o subdomínio do seu blog viverá em sua própria seção de suaempresa.com.

Alguns CMSs oferecem subdomínios como um serviço gratuito, onde seu blog vive no CMS, em vez do site da sua empresa. No entanto, para criar um subdomínio que pertence a um site da empresa, registre o subdomínio com um host do site.

A maioria dos serviços de hospedagem de sites cobra muito pouco para hospedar um domínio original.

 3. Personalize o tema do seu blog   

Depois de ter seu nome de domínio configurado, personalize a aparência do seu blog para refletir o tema do conteúdo que você planeja criar e sua marca.

Por exemplo, se você está escrevendo sobre sustentabilidade e meio ambiente, o verde pode ser uma cor a ter em mente durante o projeto.

Se você já gerencia um site e está escrevendo o primeiro post para aquele site existente, certifique-se de que o artigo é consistente com o site em aparência e assunto. Duas maneiras de fazer isso são incluindo o seu:

  • Logotipo: Este pode ser o nome e/ ou logotipo da sua empresa — lembrará os leitores do blog de quem está publicando o conteúdo. (O quanto você quer marcar seu blog, no entanto, depende de você.)
  • Página “Sobre”: Você já pode ter uma sinopse “Sobre” descrevendo a si mesmo ou ao seu negócio. A seção “Sobre” do seu blog é uma extensão desta declaração de nível superior. Pense nisso como a declaração de missão do seu blog, que serve para apoiar os objetivos da sua empresa.

 4. Identifique o tópico do seu primeiro post no blog

Antes de escrever qualquer coisa, escolha um tópico para o seu post no blog. O assunto pode ser bastante geral para começar. Por exemplo, se você é uma empresa que vende um CRM para pequenas empresas, seu artigo pode ser sobre a importância de usar um único software para manter o Marketing, Vendas e Serviço alinhados. 

5. Crie um bom título de trabalho

Você pode chegar a alguns títulos diferentes – em outras palavras, algo que chame a atenção do leitor e instigue a vontade de ler todo o seu texto.

Além disso, precisa fornecer informações suficientes para que você possa focar seu post no blog em algo mais específico do que um tópico genérico e avassalador.

Assim, enquanto trabalha no seu texto, usar um título de trabalho pode ser a melhor forma de encontrar o título definitivo para o seu artigo.

 6. Escreva uma introdução (e torne-a cativante) 

Primeiro, você precisa chamar a atenção do leitor logo no começo do texto. Se você perder o leitor nos primeiros parágrafos — ou mesmo frases — da introdução, eles pararão de ler (mesmo antes de dar um aperto justo no seu post). Você pode fazer isso de várias maneiras: contar uma história ou uma piada, ser empático ou agarrar o leitor com um fato ou estatística interessante.

Em seguida, descreva o propósito do seu post e explique como ele resolverá um problema que o leitor pode estar enfrentando. Isso dará uma razão para continuar lendo e criar uma conexão irá ajudá-lo a melhorar seu trabalho ou, até mesmo, sua vida.

7. Organize seu conteúdo em um esboço

 Às vezes, os posts no blog podem ter uma quantidade esmagadora de informações — para o leitor e o escritor. O truque é organizar as informações de uma forma que os leitores não se intimidem por comprimento ou quantidade de conteúdo. Essa organização pode assumir vários formulários — seções, listas, dicas — o que for mais apropriado. Mas deve ser organizado!

Quando há muito conteúdo na peça, basta fazer algumas seções usando cabeçalhos descritivos. As principais seções são separadas em subseções que entram em mais detalhes, facilitando a leitura do conteúdo.

Para completar esta etapa, tudo o que você realmente precisa fazer é delinear seu post. Desta forma, antes de começar a escrever, você saberá quais pontos você quer cobrir e a melhor ordem para fazê-lo.

8. Escreva seu post no blog!  

O próximo passo – mas não o último – é realmente escrever o conteúdo. Não podemos esquecer isso, é claro.

Agora que você tem o seu contorno/modelo, você está pronto para preencher os espaços em branco. Use seu contorno como guia e expanda todos os pontos conforme necessário. Escreva sobre o que você já sabe e, se necessário, realize pesquisas adicionais para coletar mais informações, exemplos e dados para fazer backup de seus pontos, ao mesmo tempo em que fornece atribuição adequada ao incorporar fontes externas.

Se você está tendo problemas para amarrar as frases, você não está sozinho. Encontrar um “fluxo” pode ser um desafio para muita gente. A dica principal aqui é ler conteúdos produzidos por outros redatores.

Revise e edite seu post

Você ainda não terminou, mas está perto! O processo de edição é uma parte importante do blog — não esqueça.

Peça a um colega de trabalho consciente da gramática para copiá-lo e revisar seu post. Você também pode usar alguns verificadores de Gramática e Ortografia:

Se você está procurando melhorar suas habilidades de auto-edição, recorra a cursos de revisão, como o da Rock Content, Universidade do Livro e Senac.

Quando estiver pronto para verificar sua formatação, mantenha os elementos do blog em mente.

Imagem em destaque  

Escolha uma imagem visualmente atraente e relevante para o seu post. Como as redes sociais tratam o conteúdo com imagens com mais destaque, os visuais são mais responsáveis do que nunca pelo sucesso do seu conteúdo de blog.

Na verdade, foi demonstrado que o conteúdo com imagens relevantes recebe 94% mais visualizações do que conteúdo sem imagens relevantes. 

No entanto, não deixe de prestar atenção se a imagem tem direitos autorais. Assim, uma boa dica é usar bancos de imagens gratuitas.

10. Insira um CTA

Ao final de cada postagem do blog, insira um CTA que indique a próxima ação do seu leitor: assinar seu blog, baixar um ebook, cadastrar-se para um webinar ou evento, ler um artigo relacionado etc.

Seus visitantes lêem seu post no blog, clicam no CTA e, eventualmente, você gera um lead. Mas o CTA também é um recurso valioso para a pessoa que lê seu conteúdo. Por isso, use seus CTAs para oferecer mais conteúdo semelhante ao assunto do post.

11. Otimize seu texto com técnicas de SEO

Depois de terminar de escrever, otimize seu post! Não fique obcecado com quantas palavras-chave incluir, mas se elas serão relevantes para o seu texto. Se você pode tornar sua URL mais curta e amigável com palavras-chave, vá em busca dela.

Título e Subtítulos  

A maioria dos softwares de blog usa seu título de postagem como título de página, que é o elemento SEO mais importante na página à sua disposição. Deve ter 60 caracteres e, se possível, replicado no texto.

Não complique demais seu título tentando apenas encaixar as palavras-chave de um jeito artificial. Idealmente, não ultrapasse 65 caracteres – para que eles não sejam truncados nos resultados do mecanismo de busca.

  • H1 (título) – 65 caracteres;
  • H2 (subtítulo) – 15 caracteres no mínimo e 50 caracteres no máximo;

Meta description

Deve ter 150 caracteres, um resumo do seu texto que aparecerá no Google.

Palavra-chave

Precisa aparecer três no texto, pelo menos: no primeiro parágrafo (no início), no desenvolvimento e na conclusão.

Texto de âncora  

O texto do âncora é a palavra ou as palavras que se vinculam a outra página — seja em seu site ou em outro site. Selecione cuidadosamente quais palavras-chave você deseja vincular a outras páginas em seu site, porque os mecanismos de busca levam isso em consideração ao classificar sua página para determinadas palavras-chave.

Também é importante considerar a quais páginas você vincula. Considere vincular páginas que deseja classificar para uma palavra-chave específica. Você pode acabar conseguindo que ele se classificasse na primeira página de resultados do Google em vez de sua segunda página.

Tópicos e Tags  

Tags são palavras-chave específicas voltadas para o público que descrevem um post. Eles também permitem que os leitores naveguem por mais conteúdo na mesma categoria em seu blog.

Definir, no mínimo, três palavras-chave, sendo duas principais.

Palavras de ligação

Além de conectar os parágrafos e ajudar na continuidade das ideias desenvolvidas no texto, usar Palavras de Transição ajuda a otimizar o texto. Assim, inclua em seu artigo onde for pertinente. Confira algumas que podem te ajudar:

  • Ideia de continuação – Ainda mais, Por outro lado, Por isso, Antes de mais nada …
  • Tempo – Logo depois, Simultaneamente, Da mesma forma, De acordo com …
  • Conclusão – Enfim, Em suma, Afinal, Assim, Em síntese …

Tem mais palavras neste artigo do blog Conexorama.

12. Escolha um título cativante

Por último, mas não menos importante, é hora de enfeitar esse seu título de trabalho. Felizmente, temos uma fórmula simples para escrever títulos cativante que chamarão a atenção do seu leitor. Eis o que considerar:

  • Comece com seu título de trabalho;
  • À medida que você começa a editar seu título, tenha em mente que é importante manter o título preciso e claro;
  • Então, trabalhe para tornar seu título interessante – seja através de linguagem forte, aliteração ou outra tática literária;
  • Se você puder, otimize para SEO com algumas palavras-chave lá de forma natural;
  • Finalmente, veja se você pode encurtá-lo em tudo. Ninguém gosta de um título longo e avassalador — lembre-se, o Google prefere 65 caracteres ou menos antes de truncá-lo em suas páginas de resultados do mecanismo de busca.

O que você achou desse artigo? Se você precisa de um conteúdo como esse, escreva para ecosconteudo@zoho.com e peça um orçamento!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s